Se Apega

Blog Oficial do ParPerfeito

Passado, receio e discriminação

duvidas-do-amor-masculino-v2

PERGUNTA: Eu sou jovem, tenho 25 anos. Tive algumas namoradas e sempre tive dificuldades ao saber sobre o passado destas pessoas. Isso acontece quando fico sabendo de algum acontecimento passado de uma companheira ou pretendente voltado à vida afetiva e pessoal (detalhes sobre a relação com ex-namorados, quantidade de companheiros que teve até então, baladas, bebida alcoólica). Sinto de acordo com a situação, insegurança, ciúmes ou até mesmo inveja. Sempre ficamos sabendo um pouco da história das pessoas ao conhecê-las independente das intenções, porém ao saber de certos detalhes ou até mesmo ver alguma imagem, na hora eu já me vejo bloqueado e não vou adiante com medo do que eu fiquei sabendo virar um pesadelo, como já aconteceu anteriormente. Já tive experiências satisfatórias em minha vida na minha vida afetiva, porém sempre fui um rapaz reservado, caseiro e conservador. Sempre esperei uma pessoa especial cruzar o meu caminho. Logo discrimino as baladeiras e as generalizo também, por achar que elas não são conservadoras. Acabo magoando de certa forma as pessoas e me magoando também pelo fato de não ter dado certo. Gostaria de saber como eu posso começar a lutar contra isso e passar a aceitar o passado da mesma forma que aceito o presente.

 

RESPOSTA: Lendo sua pergunta a palavra que saltou foi Inveja . Talvez aí esteja uma grande fonte para o que acontece com você. Precisa saber se está satisfeito com suas características, se está feliz sendo reservado, caseiro e conservador como descreveu. Talvez no fundo desejasse ser também mais livre e viver uma vida como a maioria dos jovens, com mais diversão, baladas, desprendimento. Quando percebe que possivelmente sua namorada teve uma vida mais agitada ou até mais divertida você se ressente e se torna inseguro, temendo que com você a vida dela não será tão divertida ou tão animada. Se estiver feliz sendo como é então pode ter certeza que você será uma ótima companhia, caso contrário pode vir a ser um namorado ciumento e inseguro demais. Não tenho certeza que discrimina as baladeiras por elas não serem como a moça que você idealiza e sim porque elas curtem a vida mais do que você vem aproveitando a sua e isso a deixa bravo. Comece pensando que não existe forma melhor ou pior, ideal ou errada…existe apenas o jeito como cada um é e que se estiver feliz na sua pele, com certeza fará aquele que está ao seu lado feliz também.

Comentários